O que é o Mundo V.U.C.A.?

Por Daniela Vilas Bôas e Matheus Queiroz.

Volátil, Incerto, Complexo e Ambíguo.

O termo V.U.C.A. teve origem nos anos 90, no contexto militar americano, para caracterizar um ambiente em que as mudanças acontecem de forma intensa, repentinamente e sem aviso prévio. Caiu como uma luva no mundo corporativo, que precisa se adaptar tal qual um camaleão à velocidade exponencial com que caminha a humanidade – e suas invenções – nos dias atuais.

Neste mundo em que as conexões acontecem tão velozmente, torna-se quase impossível planejar uma vez que não é mais factível prever com certeza o que sucederá no futuro. Para cada problema, inúmeras possibilidades de interpretação, muitos caminhos possíveis e diversas opções de escolha. A tecnologia nos mantém ligados e conectados 24 horas por dia. Uma enxurrada de informações, verdadeira e falsas, chegam às nossas mãos a todo momento.

É por isso que o caos é tão desencorajador para quem quer controlar a própria vida ou de todo mundo. A mudança pode surgir praticamente de qualquer direção e só a mudança que todo o sistema está pronto para absorver será completamente desencadeada. O caos dá poderes aos pequenos ao agir como o soro da verdade da natureza. Não admira que os meninos o adorem.
— DOUGLAS RUSHKOFF. UM JOGO CHAMADO FUTURO, 1999.

E, no meio de tudo isto, estamos NÓS. Começando a sentir os efeitos físicos e psicológicos deste cenário caótico e nos perguntando o que nos espera e como vamos sobreviver.

Entre o pessimismo e o otimismo existem várias nuances. O futuro pode parecer assustador – talvez o presente já seja! - mas de um ponto de vista positivo, talvez estejamos em um daqueles momentos de virada de chave, em que temos a chance de retomar o sentido em meio ao caos. Se todo esse movimento acelerado atende a uma lógica de nos manter afastados de nós mesmos, vivendo em um patamar superficial nas relações com os outros e com a natureza, por outro lado, mais do que nunca, estamos sendo convidados a olhar para dentro e encontrar nossa essência. Mais do que isso: olhar para fora também, para a força do coletivo e para o impacto das nossas ações no mundo.

Mais do que uma era de mudanças, estamos de fato vivendo uma mudança de era. No documento em que os militares americanos descrevem o mundo V.U.C.A. há um capítulo todo dedicado à educação. Para eles, diante de uma era de caos e incerteza, é fundamental que haja uma revolução educacional centrada no pensamento crítico, que nos prepare para a volatidade. Por isso acreditamos que conhecer é o primeiro passo para que possamos nos posicionar de forma consciente e mobilizar as habilidades exigidas neste(s) novo(s) tempo(s).